Lama Shenpen Drolma

Lama Shenpen Drolma Lama Shenpen Drolma conheceu Chagdud Tulku Rinpoche em 1987 e desde então trabalhou constantemente com ele como tradutora e no estabelecimento do Rigdzin Ling, seu principal centro nos Estados Unidos. Escritora conhecida antes de ingressar no Darma, ajudou Rinpoche a preparar as transcrições de sua autobiografia, O Senhor da Dança, e foi uma colaboradora próxima do livro Portões da Prática Budista.

Chagdud Tulku Rinpoche a ordenou como lama em 1996 e a autorizou a propagar o Treinamento Bodisatva para a Paz. Ela tem se focado em tornar tais instruções acessíveis e relevantes para pessoas que vivem com a violência, conflito e intenso sofrimento, assim como para aqueles que desejam ajudá-los. Depois do parinirvana de Rinpoche em 2002, escreveu Para Abrir o Coração, obra baseada nesses ensinamentos.

Como lama ordenada, também aproveita da experiência adquirida com seu trabalho como ativista na década de 70 para oferecer proteção contra violência doméstica. Ensina jovens em situações de risco, trabalhadores jovens, mulheres vítimas de abuso, defensores, pacifistas e muitos outros que trabalham com populações em risco. Além disso, viaja constantemente para muitos centros do Chagdud Gonpa nos Estados Unidos.

Lama Shenpen é a lama residente do Rancho Iron Knot no Novo México e supervisiona o desenvolvimento deste centro onde faz retiros extensos e organiza ensinamentos com outros mestres. Além do Treinamento Bodisatva para a Paz, os seus ensinamentos se focam nas práticas preliminares do Dudjom Tersar, de T’hröma Ngagmo e em várias transmissões de sadana que recebeu de Chagdud Rinpoche.